ciência

Acreditamos que cientistas são capazes de mudar o mundo e, se queremos construir um amanhã melhor, precisamos que todo jovem seja um pouco Cientista e seja um pouco Beta.

O Cientista Beta surgiu em 2015 como uma iniciativa que visa aproximar os jovens da ciência. Mas afinal, por que ciência? Somos apaixonados pelo poder transformador que da ciência. O poder de fazer perguntas motivadas por nossa curiosidade é o que dá sentido à ciência. É buscar as verdades, compreender o que ainda não conseguimos, quebrar paradigmas. Assumir uma nova postura perante o mundo, com o olhar curioso e atento que só os cientistas têm. 

Ser cientista é questionar e experimentar, para só então concluir. Acreditamos que é dessa maneira que podemos modificar a realidade ao nosso redor: questionando a partir de um olhar sem certezas, movido apenas pelas perguntas. As verdades nos deixam em nossas zonas de conforto. É nas perguntas que crescemos, evoluímos e tornamos o mundo um lugar melhor. 

Nós acreditamos que todo jovem pode ser cientista, já que a ciência é uma linguagem que todos podem aprender. E aprendê-la, dá-nos poder. Poder de analisar, questionar, repensar o mundo. E qual jovem não quer mudar o mundo? Enxergar-se como cientista pode ser o grande momento de transformação na vida de um jovem.

Por experiência própria, sabemos que, quando um jovem protagoniza um projeto de pesquisa científica, ele muda sua forma de ver o mundo e interagir com ele. Nós, jovens cientistas, fazemos parte de uma geração que não quer olhar para os problemas e apenas apontar culpados. Queremos mais: queremos usar o conhecimento para colocar em ação as ideias e planos mirabolantes de como tornar o mundo o lugar em que queremos viver.

A Ciência acende uma chama que potencializa talentos, promove crescimento através de desafios, e estimula criatividade e cidadania. Como queremos acender essa chama em mais gente e inflamar jovens corações? Contaremos experiências incríveis de jovens que, ainda cedo, realizaram seus projetos com foco em problemas reais e, assim, transformaram a si mesmos. E, aos poucos, essa transformação individual torna-se coletiva. Vamos compartilhar aprendizados e inspirar! E, quando nossos jovens já estiverem inspirados por meio de exemplos, vamos ajudá-los a  “colocar a mão na massa”, ensinando tudo o que sabemos sobre metodologia de pesquisa, projetos científicos, ciência, tecnologia e inovação.

Pouco nos importa se, depois do envolvimento com a pesquisa, esses jovens seguirem carreiras “nada científicas”, pois, uma vez que tenham experimentado conduzir seu próprio projeto científico, eles já não serão mais os mesmos. Serão jovens apaixonados por desafios, conhecerão melhor suas habilidades e potencialidades e terão a certeza de que são capazes de olhar ao seu redor com o olhar curioso de uma criança, o coração de um sonhador e a cabeça de quem vai lá e faz acontecer.

Somos Cientistas, pois estamos buscando entender o mundo, sua beleza e suas mazelas; e ao sermos Beta, reconhecemos a necessidade que temos de nos transformar, a cada dia, na melhor versão de nós mesmos.